Cytotec é o nome comercial do medicamento cujo composto farmacológico é Misoprostol, uma prostaglandina sintética.
Essa medicação inicialmente foi lançada no mercado para tratamento e prevenção de úlceras gástricas. Porém, posteriormente foi observado que o medicamento também possui efeito de dilatação do colo do útero da mulher e promoção de contrações uterinas, ou seja, um medicamento que facilita a expulsão do feto. Pode ser usado por via oral, vaginal ou sublingual.

Dependendo da idade gestacional, mês da gravidez que a mulher se encontra, a dilatação do colo do útero pode significar uma indução ao trabalho de parto ou um aborto.
O Misoprostol quando utilizado como método abortivo, nos países onde o aborto é legalizado, tem eficácia de até 95%. No Brasil, como o aborto não é legalizado de forma geral, a medicação somente é disponível para indução de trabalho de parto ou aborto (nos casos previstos pela lei) em hospitais e maternidades, devendo ser prescrito pelo/a médico/a ginecologista-obstetra. O remédio não é comercializado ao público geral.